O que é? E quais são os sintomas?

A estenose aórtica é uma doença que afeta cerca de 32 mil portugueses, maioritariamente pessoas acima dos 70 anos, limitando as suas capacidades e qualidade de vida.

A aorta é a principal artéria do nosso corpo que transporta sangue para fora do coração. Quando o sangue sai do coração flui da válvula aórtica para a artéria aorta. A válvula aórtica tem como função evitar que o sangue bombeado pelo coração volte para trás. Na presença de estenose, a válvula aórtica não abre completamente, vai ficando cada vez mais estreita e isso impede o fluxo sanguíneo para fora do coração. Se não for detetada atempadamente esta doença pode ter um desfecho letal.

Os principais sintomas de estenose aórtica são cansaço, dor no peito e desmaios. Fale com o seu médico.

 

 Diagnóstico

O diagnóstico da estenose aórtica pode ser confirmado com recurso à auscultação, ecocardiografia com doppler, seguindo-se muitas vezes um cateterismo cardíaco para completar o estudo quando se considera que é necessário efetuar um tratamento invasivo.

 

 Tratamento

A estenose aórtica tem tratamento. O tratamento da estenose aórtica passa pelo implante de uma nova válvula cardíaca através de cirurgia convencional ou de um procedimento minimamente invasivo, por cateter. Esta última técnica, para muitos especialistas, é o grande avanço da cardiologia dos últimos 20 anos. Em doentes com risco acrescido pode ter vantagens em relação à cirurgia de peito aberto (cirurgia convencional) e diminuir os riscos relacionados com o tratamento. Em Portugal há várias instituições, públicas e privadas, que avaliam doentes com estenose aórtica através de equipas multidisciplinares, disponibilizando o tratamento para esta doença quer por técnicas cirúrgicas ou por via percutânea. Saiba onde se encontram, clicando aqui.

 

Números importantes

De acordo com um estudo realizado pela empresa Spirituc (www.spirituc.com), por questionário telefónico, a uma amostra de 300 pessoas com mais de 70 anos, residentes em Portugal Continental, em outubro de 2017:

  • 85% das pessoas com mais de 70 anos sabe que o coração tem válvulas
  • Apenas 18,3% já ouviu falar de estenose aórtica
  • Apenas 26% dos inquiridos revela estar preocupado com uma doença cardiovascular como hipertensão arterial (7%), trombose (6,3%), enfarte do miocárdio (5%), cardiomiopatia (2,7%), doenças das válvulas do coração (2%), insuficiência cardíaca congestiva (1,3%) e outras doenças (1,7%)
  • Para os portugueses com mais de 70 anos ter qualidade de vida é ter saúde (57,3%), boa mobilidade/autonomia (22,7%) ou  ter condição financeira estável (10,8%).
  • No seu dia-a-dia, os inquiridos admitem que passam o seu tempo com tarefas domésticas (59%) ou a caminhar e/ou passear (46,3%). Cerca de 21% confessa que gostava de viajar mais.